• Emergência: (11) 99824-3995


Oncologia

 


Oncologia e Quimioterapia - Câncer (neoplasias), são comuns em cães e gatos e estima-se que 50% desses animais com mais de 10 anos de idade morrerão em conseqüência de algum tipo de tumor.

- As neoplasias são causadas por danos no DNA das células sadias que não são reparados ou que não levam a célula à morte. Estas células, então modificadas, multiplicam-se desenfreadamente.

Como identificar?

- Qualquer aumento de volume, tumor, que apareça em uma região onde antes não existia.
- Qualquer alteração de comportamento ou de saúde do animal, como aumento da ingestão de água, sangramentos ou processos diarréicos intermitentes sem causa aparente.

METÁSTASES
- Ocorrem quando as células que se destacaram penetram nos vasos, sendo disseminadas pelo corpo do animal, parando em outro tecido.
- Essa movimentação celular pode ocorrer pelas vias linfática e sangüínea.

Prevenção
A mais eficaz prevenção é a identificação rápida do tumor. Os tumores que apresentam menores tamanhos são mais facilmente abordados e tratados do que aqueles que já se apresentam em estágio avançado.

Tratamento
- O tratamento é muito variado, dependendo da classificação histológica da neoplasia.
- Normalmente a retirada cirúrgica quando possível é o mais indicado, atualmente a quimioterapia tem sido um ótimo coadjuvante para a cura do câncer.
- A quimioterapia não é tão agressiva nos animais quanto nas pessoas, as quedas de pelos não são freqüentes e os efeitos colaterais são em geral amenos e bem controlados.
- Os tumores mais comuns são de glândula mamária, pele, ossos, linfonodos.

 

O serviço de oncologia é feito por especialistas e somente com hora marcada.

 

 

Desenvolvido por Fênix Sites |